Putarias no Trabalho




Não é raro, e na verdade é bem comum, que tanto cafajestes (namorando ou casados) quanto vadias (namorando ou casadas) arrumem amantes no ambiente de trabalho. Aliás, uma pesquisa da revista VIP há pouco tempo provou isso de forma bem clara.

Recentemente eu mesmo pude testemunhar um encontro desses, e posso descrever algumas técnicas que esses adúlteros utilizam:

Mulheres Desesperadas





O título desse post é tão discutido e comentado que as duas palavras que o compõem já viraram praticamente sinônimos. O tema é abordado, sob as mais diversas perspectivas, em livros, filmes, séries de TV, peças de teatro, e nas conversas, do banheiro feminino à roda de amigos no bar. A auto-intitulada e tão celebrada mulher "moderna" tornou-se, em sua essência, uma eterna desesperada. Desespera-se por tudo, e em todas as fases de sua vida adulta.

Cuidado com Mulheres Histriônicas!




Mulheres histriônicas não conseguem viver sem atenção. Carentes, elas acreditam que só são felizes com pessoas dando atenção a elas a todo instante, e acham que outros irão dar atenção apenas se agirem por extremos caminhos. Elas se consideram um "nada", caso fiquem sem atenção. Essas mulheres têm profundos sentimentos de aborrecimento e tristeza caso se sintam ignoradas, excluídas, rejeitadas ou abandonadas.

Além disso, elas tendem a entreter as pessoas para estas não notarem seus pontos fracos e acreditam que animando, divertindo ou ajudando outras pessoas, apenas assim receberão atenção. Por vezes, são egoístas porque tendem a apenas fazer algo que tenha recompensa (ex.: afeto e atenção) e, de preferência, imediata; elas podem ajudar outras pessoas, fazendo-se de caridosas ou humildes pois sabem que assim terão atenção recompensada; ou então mostrar-se interessadas por determinada pessoa apenas porque sabem que esta dará a atenção de que necessitam, mas quando cansam ou enjoam, tendem a deixar esta pessoa. Isto ainda é reforçado pelas oscilações do humor e opiniões de que histriônicas sofrem.

Regras de Ouro




- Se uma mulher te quer, ela fará qualquer coisa para te conquistar. Lembre-se de que "água morro abaixo, fogo morro acima, e mulher quando quer dar, ninguém segura!"
- Se a mulher não te quer, exitem bilhões de outras prontinhas para o abate!
- Não tente justificar a si mesmo o mau comportamento de uma mulher. Ela não merece isso.
- Ouça a voz do seu instinto. Ela lhe poupará de grandes dissabores!
- Conheça BEM a mulher, antes de decidir ter alguma relação mais séria com ela.
- Se ela não te respeita, mande-a embora e esqueça-a. Posar de "amiguinho" só mostrará a ela que você é fraco e incompetente.
- Não tente consertar o que já nasceu errado.
- Se você sente que ela o está enrolando, provavelmente ela está mesmo! Não continue com algo que você já sabe que só pode piorar!
- A única pessoa em quem você pode confiar numa relação é você mesmo.

A felicidade e os sapatos



Me ocorreu que para as mulheres a felicidade não é um estado contínuo, mas sim um arroubo, sendo este vinculado ao ato da conquista, e não ao relacionamento em si.

Desse ponto de vista, a conquista de um homem seria como ato de se comprar um novo par de sapatos. Ficam entusiasmadas, emocionadas, e contam para todas as amigas quando compram "aquele" par de sapatos "maravilhoso", assim como o fazem quando finalmente conquistam "aquele" homem tão desejado.

Queima de Arquivo




Mulheres promíscuas rapidamente desenvolvem o hábito de promover uma "queima de arquivo" de seu passado imundo, retirando da Internet qualquer pista que possa levar seu novo trouxa a descobrir como usaram e trairam seus antecessores.

Para elas isso é uma necessidade, pois como já comentei diversas vezes aqui no blog, não há homem honrado que suporte manter um relacionamento sério depois que a máscara de santa é retirada, e a podridão do passado delas se revela.

Enganam-se todavia, pois esquecem que a Internet é apenas um dos meios, dentre muitos capazes de fazer tais revelações.

Em Cartaz: A Vida da Piriguete



Ok, vocês se separaram e ela arrumou outro num piscar de olhos. Você agora está se perguntando: "O que ele tem que eu não tenho?", "Ela é mais feliz com ele que comigo?", "Ele a faz sentir algo que eu não conseguia?", ou mesmo "Eles terão um relacionamento melhor do que eu tive com ela?".

Pare por um momento, reflita, e depois esqueça tudo isso.

Acha mesmo que ela será diferente com ele do que foi com você?

Realmente acredita que ela vai mudar seu modo de ser e não pisará no coitado como fez contigo?

Climatério Promíscuo




Mulheres que adotam, por quaisquer traços inatos de personalidade ou por adversidades que tenham vivido, a promiscuidade e a masculinização como auto-defesa, e que assim permanecem em sua fase adulta, tendem a perpetuar e aprofundar esses traços ao se aproximarem do climatério (em torno dos 40 anos). Isso se dá, num nível subconsciente, pela adoção da Fixação como mecanismo de defesa de seus egos.

Namoro Io-Iô



Texto disponível no site da Kansas State University, datado de 20 de fevereiro de 2012.
Traduzido e adaptado por Rooster
Meus comentários estarão em negrito no final do texto.


Pesquisa da Kansas State University revela que reatar um romance praticamente extingue a felicidade do casal.

Amber Vennum, professora assistente de estudos da família e serviços humanos da Kansas State Univerity, está estudando casais em relacionamentos cíclicos -- como se chamam os casais que desmancham e reatam o relacionamento. Ela procura os motivos pelos quais os casais reatam, e como isso afeta o relacionamento.