Sabotagem Consciente


Já ouvi e li muitos relatos de homens que romperam seus relacionamentos por conta do comportamento de suas namoradas ou esposas.
Em muitos desses testemunhos, percebi que na verdade a mulher sabotava constantemente o relacionamento e as tentativas do homem em mantê-lo.

Mas o que levaria uma mulher a sabotar, de maneira consciente e intencional, seu próprio relacionamento?



Numa palavra: Ego!

Mulheres dominantes e promíscuas costumam ter uma elevada necessidade de alimentar o próprio ego, e sacrificarão qualquer coisa, incluindo o relacionamento, para satisfazê-la. São hedonistas impiedosas, que com o tempo viciam-se nesse jogo de sedução/sabotagem. Seu hedonismo e sua promiscuidade são retro-alimentados, num moto-contínuo capaz de levar muitos homens despreparados à ruina.

Testam constantemente seus machos com joguinhos infernais, para deles extrair reações que alimentem seus egos, sem se preocupar com o dano emocional que causam em suas vítimas, como um vírus que para se reproduzir mata o próprio hospedeiro.

Devemos então perceber os sinais de sabotagem para que possamos lidar com sabedoria em cada situação.

Alguns exemplos de sabotagem:

Despertar ciúmes


  • Passando a dar mais atenção a outros homens na sua presença;
  • Adicionando ex-amantes, ex-namorados, ex-ficantes ao perfil dela em redes sociais;
  • Vestindo-se de maneira mais provocante, e pouco adequada à ocasião;
  • Contando a você sobre colegas de trabalho que tentaram cantá-la;
  • Falando sobre gostos ou atitudes sexuais dos ex dela;
  • Plantando dúvidas sobre a fidelidade dela.


Tentar humilhá-lo ou reduzí-lo perante outras pessoas


  • Criticando suas decisões ou atitudes;
  • Evitando contato físico com você;
  • Deixando de apresentá-lo quando encontram com conhecidos dela;
  • Deixando de citá-lo quando conversa sobre assuntos que lhe envolvem.


Questionar sua hombridade


  • Comparando seus atributos físicos (musculatura, altura, voz, etc) com os de outros homens;
  • Desafiando-o quando você não está disposto a fazer algo (como dançar, correr, etc);
  • Questionando suas habilidades (dirigir, consertar as coisas, levantar objetos pesados, etc);
  • Contrariar suas decisões, até mesmo ridicularizando-as.


Perante essas tentativas de sabotagem, o ideal é manter uma atitude segura, impassível e distante, evitando ao máximo a tentação de reagir com respostas bruscas e enervadas, pois é exatamente isso que ela espera!
Se você se mantiver impassível, mas não passivo, você a desconcertará, pois terá demonstrado que não caiu no joguinho dela.

O mais provável é que inicialmente ela não desista de fazer joguinhos com você, mas apenas mude de tática, explorando características suas que lhe pareçam vulneráveis.
Porém, se com o tempo ela não aprender, e os joguinhos continuarem, mostre que sabe o que ela está fazendo e dê um ultimato!

Lembre-se apenas de não fazer ameaças que não possa cumprir.
Se a pena imposta no ultimato foi de rompimento, rompa o relacionamento definitivamente! Uma volta será considerada fraqueza, e será certamente explorada no futuro.


Rooster

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui são moderados, podendo ser aprovados ou rejeitados a exclusivo critério do autor do blog.