Nerdofilia




Existe um tipo de piriguete que podemos chamar de nerdófila.

Suas vítimas preferenciais, como é fácil supor, são os nerds.

A adoção dos nerds como presas se deve a diversos fatores:



- Nerds não costumam ter grande experiência com piriguetes. Quando muito, tiveram relacionamentos duradouros com mulheres honestas, e imaginam que toda mulher é assim. Isso facilita em muito o processo da conquista, e o controle que ela pretende lhes impor;

- Nerds são altamente influenciáveis pela beleza física, conversa mole, e olhares sedutores, técnicas em que ela é especialista;

- Eles também costumam ter a vida financeira estável, não são baladeiros, e são naturalmente leais. Esse perfil é o sonho de qualquer piriguete que queira usá-los e, é claro, jogar fora depois;

- Com as finanças em dia, eles podem ter bons carros (fator importantíssimo para que ela ostente um status que não é dela), lhe comprarão presentes caros (que ela mesma escolherá), e a levarão a restaurantes, bares, e motéis dos quais ela nem ouviu falar, e onde ela jamais poderia arcar com a conta;

- Nerds se apaixonam, e portanto ficarão aos pés da piriguete enquanto ela quiser. Também confiarão cegamente no que ela disser, dando crédito às mentiras mais escabrosas, que ela conta de cara lavada, e que homens experientes jamais acreditariam.


As nerdófilas estabelecem seu território de caça no ambiente de trabalho, pois lá é mais fácil saber do histórico de cada um, seu grau hierárquico, quanto ganham, seus gostos e rotinas. Isso é fundamental não somente para a escolha de suas vítimas, como também para planejar a melhor maneira de dar o bote.

Pegá-los no trabalho também é útil para que ela obtenha vantagens, compartilhando do status que eles possuem, e usando-os para poupá-la das tarefas que o trabalho exige.

E eles farão tudo isso em troca de palavras e olhares falsos, e do sexo de má qualidade que ela oferece. É o crime perfeito!

Claro, após algum tempo de uso, eles perderão a validade, e a fila dela andará (e rápido)! Eles então pedirão de joelhos para que ela volte, entrarão em depressão, e poderão até perder seus empregos tão valiosos, mas isso não a incomodará, pois o grau de empatia dela é zero, e esperar que ela fique com algum peso na consciência seria assumir que ela possui uma, o que é falso.

Ela continuará desfilando no trabalho, com o nariz empinado e a arrogância que lhe é típica, até mesmo usando roupas e acessórios que eles mesmos lhe deram, e se deleitará com a ruína daqueles que um dia se aventuraram a ter alguma relação com ela.

A única preocupação da piriguete deverá ser, dependendo da qualificação do nerd, esconder o passado imundo que ela carrega. Mas isso eu deixarei para comentar em outro post.

Para reconhecer esse tipo de espertinha, sugiro a leitura do meu post O Mapa do Inferno.


Rooster

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui são moderados, podendo ser aprovados ou rejeitados a exclusivo critério do autor do blog.